Ir para conteúdo

Entre para seguir isso  
Jessica Dias

Artistas que mais venderam discos na história

3.232 posts neste tópico

Posts Recomendados

Especial: Conheça Janet Jackson

 

r5W4qaW.png

 

 

Janet Damita Jo Jackson (Gary, 16 de maio de 1966) é uma cantora, compositora, produtora e dançarina natural de Gary, Indianna, nos Estados Unidos da América. Iniciou sua carreira artística em 1973, e desde então lançou dez albuns, participou de séries e filmes. Ao lado de Michael Jackson, Prince e Madonna, foi um dos grandes ícones do Pop conhecidos por unir musica e entretenimento Visual em sua obra, sendo conhecida como uma das maiores performers da musica contemporânea. Janet vendeu 60 milhões de álbuns, 40 milhões de singles, 13 milhões de download-tracks, e 3 milhões de DVD's. Possui ainda 28 singles no Top Dez do Hot 100, 25 no top 5 , sendo 10 deles em #1, e é considerada pela billboard a terceira maior hitmaker da história do Hot 100.

 

Janet passou a carreira compondo contra o Racismo, Machismo, Homofobia e Sexismo, lançou álbuns com sonoridades revolucionárias e letras transgressoras pra época, aclamados pela critica, lançou vídeo clipes épicos lembrados até hoje e fez performances memoráveis, e com o sucesso comercial impactante se tornou um marco cuja influencia no cenário pop repercute até os dias atuais.


Tendo a carreira embasada majoritariamente no Pop e também R&B, Janet é uma das artistas mais reconhecidas pela critica , tendo 4 de seus albuns em quase todas as principais listas de melhores álbuns da história. Sua sonoridade por vezes aclamada, fez com que Control, RN1814, janet. e The Velvet Rope fossem considerados alguns dos discos pop mais influentes ja lançados. Sua videografia se tornou referência e modelo pra gerações, e seus breaks, performances e coreografias se tornaram icônicas no cenário pop americano – com o destaque de que a própria compôs e produziu quase todos os seus albums.
 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

xXJz9SU.png

 

Janet Jackson, é a irmã caçula do clã de 9 filhos da família Jackson. Nascidos em Gary, Indiana em 1966 numa família de classe media baixa, após o sucesso do primeiro álbum de seus irmão em 1969, os Jackson 5, se mudaram para uma mansão no bairro de "Encino" em 1971.Janet ate dado momento, não demonstrava interesse para seguir a carreira artística de sua família. Sua primeira vez diante do publico foi aos 7 anos de idade, em 1973 num show em Las Vegas do grupo de seus irmãos Michael, Tito, Jermaine, Jack e Marlon – os Jackson Five, febre naquele momento. 

 

Na TV, sua primeira aparição foi no programa da Cher, “The Cher Show”, ao lado de seus irmãos superstars. Naquele mesmo ano, oito dos nove irmãos do clã dos Jacksons estrelam seu próprio programa na TV, intitulado “The Jackson”, com duas temporadas.


 

nsptBpw.png

 

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

         

1986, Control: Nasce uma superstar.

 

1rpLlTl.png

 

 

 Após um desempenho bastante moderado atingido pelos seus álbuns “organizados” pelos irmãos, Janet resolveu de vez criar seu próprio nome, espaço e carreira distante de sua famílias, assumindo o controle e responsabilidade independentemente deles. Janet então, saiu da casa dos pais, foi morar sozinha e criar sua própria identidade musical e começou a trabalhar com novos colaboradores Jimmy Jam e Terry Lewis.  O resultado foi um fresco e inovador som pop-Dance, recheado de Synth Funk , que soava original diferente de tudo que acontecia naquele momento. Ela também compôs varias musicas do disco, que atendia sob a temática de Independência e Controle da própria vida - enfatizando que a partir dali, desse certo ou não, seria janet, e não a família Jackson.

 

BieLsV2.png

 

 A crítica se rendeu ao álbum, o que rendeu 4/5 stars na Slant Magazine e 5/5 stars na Allmusic, vendendo mais de 7 milhões de cópias no USA e mais de 11 milhões no mundo. Com  cinco singles no top 5 da Billboard Hot 100 e o #1 “When I Think Of You!, o album Control está na lista 200 álbuns definitivos no Rock and Roll Hall of Fame, que relaciona os melhores álbuns já produzidos por artistas ou bandas de toda a história da música. Nos palcos, janet demonstra enorme dom para á dança, e seus videos clipes como "Nasty" ou "The Pleasure Principle" sempre com coreografias fortes acabam se tornando um marco na MTV da época, e modelos a serem seguidos dali em diante.
 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

1989: We are a part of the Rhythm Nation

 

Mjgj6yL.png

 

Após o sucesso de publico e de crítica de seu album anterior, janet em 1989 faz o lançamento de seu Segundo disco: Rhythn Nation 1814. Se o Control era uma joia, o RN1814 era aquela joia lapidada: com uma nova temática diferente agora voltada á Injustiça Social e desigualdades, o álbum rapidamente é visto como um marco para o recente Ritmo New Jack swing, se tornando um modelo do gênero que seria imensamente diluído na musica pop por toda década seguinte. Aaliyah, TLC, Mary J. Blige ou mesmo o próprio Michael Jackson se inspiraram e foram influenciados na sonoridade mecânica-industrial popularizada pelo disco. Janet lançou um filme temático para o álbum exclusivo na MTV, cujo decorrer incluía vídeo clipes.

 

yAxa2TX.png

 

 

       Com uma crítica que inclui 4/5 stars na Rolling Stone, 4.5/5 na allmusic e 5/5 na Slant magazine, o disco foi aclamado e Janet foi indicada ao Grammy de Produtora do ano por sua produção no RN1814, sendo a primeira negra da historia, e unica cantora pop até hoje (ao lado de mariah carey), em todos os tempos, a ser indicada a tal categoria. Nos charts, batia recordes: produziu 7 singles no Top 5 da Billboard Hot 100, 4 deles em #1 , tendo também, 3 singles #1 em três anos consecutivos no topo do chart (1989-1990 - 1991), sendo assim, o único álbum na história a conseguir esse feito até então. Com mais de 8.5 milhões de cópias vendidas nos EUA e mais de 14 milhões pelo mundo, ao álbum confirmava Janet como uma das maiores artistas de sua geração. Aclamado pela critica e com enorme aceitação do publico, Janet parte então para sua primeira World tour. O Rhythm Nation 1814 esta na lista dos "500 melhores discos da história" feita pela rolling stone e na lista "Os 1001 albuns que você precisa ouvir antes de morrer". Na capa do single #1 na Hot 100, Black Cat, janet faz uma alusão explicita às Panteras Negras, usando uma na foto da capa.

 

K4vCkMD.jpg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

1993: Janet. era

 

gSDXcnZ.png

 

Após o enorme sucesso nas vendas e na aceitação da critica de seus dois discos, Janet Jackson já era um dos maiores nomes do mercado musical. Recebe então uma proposta de um dos maiores selos musicais da época, a Virgin records, mudando então de gravadora por um contrato de $40 milhões de dólares. Com uma sonoridade Neo-soul e R&B contemporãneo, com inteligente uso de samples,  o disco viria a se tornar o maior sucesso de sua carreira. No album, a cantora novamente se reinventa, desta vez abrindo aos temas voltados ao empoderamento feminino, racismo e sexualidade, firmando Janet como uma das artistas mais transgressoras de seu tempo.

 

uRczO3i.png

 

Novamente, recebido com ótima critica, incluindo 3.5/5 na Allmusic 4/5 stars na Rolling Stone. O Janet. está na lista dos 200 álbuns definitivos no Rock and Roll Hall of Fame, que relaciona os melhores álbuns já produzidos. Thats The way Love Goes, que permaneceu oito semanas em #1 no hot 100, abre caminho e é citada por muitos críticos como a música mãe do R&B dos anos 90, se tornando um marco para a musica negra daquela década.  . O disco vendeu mais de 8 milhões de cópias nos EUA e mais de 15 milhões mundialmente, seus singles produziram seis músicas no Top 10 no hot 100, sendo dois #1. O single "Again" foi indicado ao Oscar de "Melhor Canção original" pelo filme Poetic Justice. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

The Velvet Rope

 

OVZqGW3.png

 

Após assinar um contrato recorde para uma mulher na época - $ 80 milhões de dólares, maior ate mesmo que o de Madonna, de $ 60 milhões – em 1997, após um período longe da mídia devido a uma depressão no ano anterior, Janet começa a trabalhar para produzir seu novo álbum, que seria lançado em 1997: The Velvet Rope, aprofundado em R&B bem mais denso, pesado e intimista do que jamais fez, novamente se reinventou, criando seu disco mais introspectivo,  tendo desta vez a temática voltada à reflexão e dramas pessoais.

 

g4364Lg.png

 

O título do album, significa corda de veludo, e ao explicar o significado de tal expressão, janet diz: "corda de veludo que separa o público do palco, do nosso alcance. Convidar alguém para ultrapassar a corda, é convidar alguém a ultrapassar minhas barreiras, entender o meu íntimo  e conhecer a minha alma". No disco, Janet falava sobre temas delicados, como a morte de amigos por AIDS, apoio à comunidade Gay e violência doméstica contra a mulher. O album foi novamente aclamado pela crítica, o disco recebe 3.5/5 da Rolling Stone, 4/4 do Los angeles Time e USA Today e 4.5/5 da Slant magazine, e confirmava Janet como uma das mais importantes e mais fortes mulheres do cenário musical atual. Mundialmente vendeu cerca de 10 milhões de cópias, sendo 4.2 nos USA, e produziu seu maior hit mundialmente, o single #1 no hot 100 Together Again, cujo em sua capa estrelava uma campanha para fundos para tratamento da aids onde parte dos lucros com sua venda iram para The American Foundation for AIDS Research.

 

 

x9TO6ae.jpg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

2001: It's All For You ♪♫

 

okenHqf.png

 

Em 2000, Janet Jackson atua no filme “O professor aloprado II’, no qual interpreta a noiva do personagem principal interpretado por Eddie Murphy e canta a trilha sonora do filme, “Doesn’t Really Matter”, single que atingiu o #1 lugar no hot 100 americano. Em 2001, Janet lança seu novo projeto que se torna seu quinto álbum a atingir o topo das paradas americanas, e tem o maior debut de sua carreira, com 605.000 cópias. O novo disco, tem uma temática que fala do recente divórcio e também descontração e sexualidade. 

 

INMeZr7.png

 

O novo disco, tem uma temática que fala do recente divórcio e também descontração e sexualidade. O álbum rendeu a Janet Jackson mais dois #1 consecutivos com "Doesn't Really Matter", seguido por "All for You" -  pela qual ganhou o Grammy de Melhor Gravação Dance e ficou sete semanas em #1 no hot 100. O disco é novamente  bem recebido, e mantem uma nota de 73 no metacritic, 3.5 da Rolling Stone e 3.5 no All Music.  O álbum vendeu quase 3,4 milhões de cópias nos EUA e no Japão, mais de 750.000 (sendo o maior album de sua carreira no país), mundialmente foram quase 8 milhões de unidades.
 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O escândalo do Superbowl 2004

 

cRPWQL0.png

 

Em 1º de fevereiro de 2004, ao se apresentar no intervalo do Super Bowl com o cantor Justin Timberlake, Jackson protagonizou o escândalo do Super Bowl, após Timberlake deixar um de seus seios à mostra para mais de 150 milhões de pessoas no mundo. O fato tomou grandes proporções, Jackson e Timberlake se desculparam ao vivo na televisão americana; mas meses depois, Janet se dizia arrependida de pedir desculpas, por um ato em que não teve culpa.

Eu peço desculpas se ofendi alguém. Esta realmente não foi a minha intenção. MTV, CBS e NFL não tinham conhecimento da performace final.— Janet Jackson, sobre o tal fato.

Janet admitiu que mostraria suas roupas íntimas no final da apresentação, mas que o estilista errou nas medidas e seus seios ficaram a mostra. Em 2009, a CBS, que transmitia a partida, foi determinada a pagar uma multa de US$ 550 mil.

 


 

Damita Jo

 

9XRR7JK.png

 

O single do novo álbum de Jackson foi lançado um dia depois ao incidente. No vídeo do single, ela aparecia com a roupa do Super Bowl. Devido à isso, houve um boicote absoluto da execução nas rádios, fazendo com que a divulgação principal do disco, pelas rádios, fosse praticamente nula, e pela primeira vez desde 1986, seu disco não produziu um #1 no hot 100. O album teve uma critica boa, considerando todo boicote e imagem negativa da era. 3/5 estrelas da slant magazine e 4/5 do The Guardian foram mais neutras e focadas no que o disco ofereceu.
 

 

E8uvLiO.png

 

Seu álbum Damita Jo, lançado em 2004 vendeu 1 milhão de cópias nos EUA – mais do que os flops recentes de Madonna (American Life, 686.000) e Mariah (Glitter, 650.000), e cerca de 2,5 milhões mundialmente, não produzindo nenhum hit nos charts e não tendo uma tour.

 

 

 

 

 

20 Y.O.

 

KCMgpLZ.png

 

Em 2006, a cantora que estava em baixa devido ao acontecimento do Super Bowl em 2004 - que afetou as vendas de seu álbum Damita Jo. – lançou seu álbum 20 Y.O. que veio também, para comemorar os vinte anos do lançamento de seu álbum Control. Com nenhum grande hit e vendas na casa de 1.6 milhão no mundo, o disco não produziu uma tour, e foi considerado pela crítica seu disco mais fraco até então.
 

3RvD2K4.png

 

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O esperado Retorno

 

h9na0OJ.png

 

Em 2008, Janet Jackson lançou seu ultimo álbum de estúdio, Discipline, que foi seu álbum mais bem avaliado pela critica desde 2001. O disco veio finalmente a produzir uma tour, que não acontecia desde seu álbum “All For You”. Sendo este o primeiro álbum que não contou com composições e produções de Janet, o album vendeu cerca de 1 milhão de copias no mundo q quase 500 mil unidades nos EUA, colocando o single “Feedback” no top 20 do hot 100, posição esta que os singles de teus últimos discos não alcançaram. O álbum se tornou seu sexto disco a debutar em #1 no Billboard 200, feito este também não atingido pelo “Damita Jo” e “20 Y.O.” 

 

C0zLUcC.png

 


O album voltou ao patamar acostumado de Janet: teve uma boa critica, com 3,5 da Rolling Stone e  4/5 no Alllmusic. Devido a problemas com a gravadora, o disco teve apenas 4 meses de promoção, e então, a era foi oficialmente finalizada com janet abandonado a gravadora por conflitos sobre o próximo single. Em pouco mais de 3 meses ja havia vendido mais de 400 mil cópias só no USA.
 

 

 

 

 

Unbreakable

 

T70Nuoq.png

 

Após 7 anos desde seu album anterior, Janet Jackson anuncia para 2015 seu novo disco de estudio em parceria com seus co-produtores e parceiros, Jimmy jam & Terry Lewis. O album estreia em #1 na Billboard 200 com 116,000 unidades e faz de janet apenas a terceira artista da historia a conseguir o feito de discos no topo por 4 décadas ou mais.

 

Awt24of.png

 

Com uma critica brilhante que inclui um 75 no metacritic e  8/10 do PitchFork, o disco é avaliado pelos especialista como seu melhor album desde o The Velvet Rope, e gera uma nova tour ainda em curso - adiada para 2017 devido a expectativas pessoais de ser mãe.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

 

ET1ebvU.png

 

Janet na cultura pop

 

Janet é uma das artistas mais respeitadas e revolucionárias do cenário pop contemporâneo, sendo considerada uma das artistas femininas mais influentes do mundo, seja devido a seus vídeo clipes, coreografia ou sonoridade –  diversas vezes citadas por artistas Britney Spears, Destiny’s Child, Aaliyah, Usher, Nsync, Mya, Ciara, Brandy, Pink, Beyoncé, Cassie, Keri Hilson, Kelly Rownland, TLC, como Christina Aguilera, Toni Braxton, Havana Brown dentre outros - e tendo com freqüência seus álbuns eleitos entre os melhores discos femininos já feitos – com o destaque de que a própria compôs e produziu quase todas as suas musicas de todos os seus albums.

 

Produzindo sonoridade revolucionarias como o Control ou Rhythm Nation 1814, quebrando tabus e influenciando a comunidade negra como no Janet ou produzindo sons sofisticados e intimistas como no The Velvet Rope, janet alem de renomada na produção, também criou letras transgressoras sobre temas de alta relevância social como Racismo, Desigualdades sociais, violência doméstica, apoio LGBTS e sexualidade feminina,  também se tornou icone em video clipes, vindo a ser considerada uma as maiores lendas do cenário pop mundial, tudo isso junto a uma critica excepcional e um sucesso comercial altamente relevante.


Janet vendeu mais de 40 milhões de álbuns nos EUA, próximo de 80 milhões no mundo e comercializou mundialmente, um total de gravações na casa de 160 milhões de cópias mundialmente, entrando par ao seleto grupo de mulheres que mais venderam discos na historia. No hot 100, tem 10 singles em #1, 18 singles consecutivos no top 10 (recorde), 25 no top cinco, e um total de 28 singles no top 10 (segunda a mais por top 10 na historia atrás só de madonna);


Janet foi a primeira mulher negra na historia a ser indicada ao Grammy de "Produtor do ano", possui 33 Billboard Music Awards, 6 grammys, 15 american Music awards, e um total de 307 premios; foi a primeira artista a receber homenagem no "MTV Icon", e possui 7 albums em #1 nos EUA, atras apenas de Madonna (8) e Barbra (9); É a artista com mais top 10 consecutivos all time hot 100 – 18 singles, 3ª mulher com mais discos multi platina consecutivos – 6 discos,  6ª mulher que mais venderam no USA , segunda mulher com mais top 10 hot 100 – 28  singles, 2ª mulher com mais top 5 hot 100 – 26 singles,  a 3ª Mulher com mais top 10 WW all time -  26 singles

 

Em 2015, Janet foi homenageada pelo BET awards recebendo o premio  Ultimate Icon

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
Entre para seguir isso  

Publicidade

FACEBOOK

×