Ir para conteúdo

BELMONT

BoxScores — ANÁLISE: Madonna, a Rainha do Pop

51.120 posts neste tópico

Posts Recomendados

8 minutos atrás, BELMONT disse:

 

uhuy3jU.jpg

 

Analysis: Taylor Swift

 

Taylor Swift não se tornou a mulher mais rentável da década a toa. A cantora chegou a trabalhar com suas quatro primeiras turnês por sete anos consecutivos entre 2009 e 2015 até ela começar sua primeira pausa que durou quase três anos. Seu último show, Reputation Tour (2018), se tornou a mais rentável turnê feminina da década e também a que mais vendeu ingressos na década e tudo isso com apenas 53 shows. Com média de $6,522,173 por show e $9,602,087 por cidade, a turnê tem a segunda maior média de arrecadação por show por uma artista feminina da história apenas atrás da Timeless Tour (2000) de Barbra Streisand que tem média de $7,000,000 por show e $14,000,000 por cidade.

 

Já em sua primeira turnê, Fearless Tour (2009), Swift já tinha se mostrado uma grande touring act ao esgotar todos os shows dentro do território Norte Americano e botando a leg no top 20 das mais rentáveis turnês femininas na história na América do Norte. Fearless Tour chegou ao fim no ano seguinte com um show no Gillette Stadium, Foxborough, para 56,868 pessoas.

 

Ao longo de cinco turnês e 427 shows nos últimos 9 anos, Taylor já arrecadou um total de $936,066,331 para 9,695,629 ingressos vendidos. Isso torna a cantora a quarta mulher mais rentável de todos os tempos (atrás de Madonna, Celine Dion e Beyoncé) e a número 1 da década.

 

 

NbPDBLI.jpg

 

 

 

1xei4jz.jpg

 

A divisão de arrecadação por região de Taylor pelo mundo tem como grande centro a América do Norte, em específico somente entre Estados Unidos e Canadá, com 81% do valor já arrecadado pela cantora. Ao todo, ela já realizou 427 shows dentro de suas turnês em quatro regiões diferentes do mundo e tem como destaque o valor da renda que a cada show tem subido consideravelmente fora da América do Norte.

 

A artista é a segunda mulher que mais arrecadou dentro da região doméstica, somente atrás de Celine Dion mas é a que mais vendeu ingressos na região.

 

S2VdADl.jpg

P0kdCuk.jpg

 

 


 

 

MnpuiUn.jpg

 

LOCAIS

 

O Gillette Stadium, Foxborough, foi palco da primeira vez em que Taylor foi protagonista de um stadium show na carreira em 2009 e tradicionalmente ela manteve o local em todas as turnês seguintes. Hoje, totaliza 10 shows no estádios e um total de $55,529,582 arrecadado e 569,993 ingressos vendidos, sendo o local mais rentável da carreira de Swift. Nos 10 locais mais rentáveis da carreira, Taylor acumula $315,000,000 em 67 shows.

 

A cantora é uma das duas artistas femininas que tem mais de um boxscore superior a $20,000,000, ao lado de Pink, com a renda dos três shows no MetLife Stadium, East Rutherford, e também três shows no Gillette Stadium, Foxborough, ambos em 2018 pela Reputation Tour.

 

 

OV6huiu.jpg

 

 


 

 

i7Bib51.jpg

 

MAIORES RENDAS E MAIORES PÚBLICOS

 

Em 29 de Setembro, 2018, Taylor realizou um show único no NRG Stadium, Houston, como parte da Reputation Tour (2018) que arrecadou $9,530,275 para 53,800 pessoas presentes. A renda deu a Taylor de show único mais rentável por uma mulher na história nas Américas, batendo os shows de média de $1.150 de ingresso de Barbra Streisand na MGM Grand Garden, Las Vegas, em 2000. Swift ainda realizou outros três shows superiores a $9,000,000 de arrecadação: dois em Atlanta e um em Nashville.

O primeiro show da cantora a arrecadar mais de $3,000,000 foi o show no Gillette Stadium, Foxborough, em 2009. O primeiro a arrecadar mais de $4,000,000 foi no Heinz Field, Pittsburgh, em 2011. Os primeiros a arrecadar mais de $5,000,000, $6,000,000 e $7,000,000 foram no Ford Field, Detroit, MetLife Stadium, East Rutherford, e no AT&T Stadium, Arlington, consequentemente todos em 2015. Os primeiros a superar a marca de $8,000,000 e $9,000,000 foram no Rose Bowl, Pasadena, e no Mercedes-Benz Stadium, Atlanta, consequentemente ambos me 2018.

 

 

32wRKZi.jpg

 

 

UqenH9w.jpg

 

Com um total de quase 9,700,000 de ingressos vendidos, a cantora é a terceira mulher que mais vendeu ingressos na história apenas atrás de Madonna e Celine Dion. Como maior atendimento em um show único, Taylor contou com a participação de 75,980 fãs no show no ANZ Stadium, Sydney, pela 1989 Tour (2015). O show é um dos maiores públicos femininos na década. A cantora ainda tem outros 3 shows superiores a 70,000 pessoas e 8 shows superiores a 60,000 pessoas.

 

Atualmente, Taylor segura o recorde de maior média de público por uma turnê feminina na história e única a ter uma média superior a 50,000 pessoas pro show.

 

3HKxDwl.jpg

 

 


 

 

lMD8qhl.jpg

 

ANO POR ANO

 

A esmagadora parte dos números de Taylor estão dentro dessa década. De 2010 à 2018, Swift já arrecadou $910,268,893 em 379 shows. Na década passada, a cantora arrecadou $25,797,438 dos $65,794,541 da Fearless Tour.

 

A expectativa é de que a cantora se torne a quarta mulher na história a bater o $1 bilhão de arrecadação em suas turnês entre, no máximo, menos de 10 primeiros shows da nova turnê.

 

 

uCGjsEd.jpg

 

 

 

Rainha deste mundo! Pisou, more.

 

  • Amei 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
11 minutos atrás, BELMONT disse:

 

uhuy3jU.jpg

 

Analysis: Taylor Swift

 

Taylor Swift não se tornou a mulher mais rentável da década a toa. A cantora chegou a trabalhar com suas quatro primeiras turnês por sete anos consecutivos entre 2009 e 2015 até ela começar sua primeira pausa que durou quase três anos. Seu último show, Reputation Tour (2018), se tornou a mais rentável turnê feminina da década e também a que mais vendeu ingressos na década e tudo isso com apenas 53 shows. Com média de $6,522,173 por show e $9,602,087 por cidade, a turnê tem a segunda maior média de arrecadação por show por uma artista feminina da história apenas atrás da Timeless Tour (2000) de Barbra Streisand que tem média de $7,000,000 por show e $14,000,000 por cidade.

 

Já em sua primeira turnê, Fearless Tour (2009), Swift já tinha se mostrado uma grande touring act ao esgotar todos os shows dentro do território Norte Americano e botando a leg no top 20 das mais rentáveis turnês femininas na história na América do Norte. Fearless Tour chegou ao fim no ano seguinte com um show no Gillette Stadium, Foxborough, para 56,868 pessoas.

 

Ao longo de cinco turnês e 427 shows nos últimos 9 anos, Taylor já arrecadou um total de $936,066,331 para 9,695,629 ingressos vendidos. Isso torna a cantora a quarta mulher mais rentável de todos os tempos (atrás de Madonna, Celine Dion e Beyoncé) e a número 1 da década.

 

 

NbPDBLI.jpg

 

 

 

1xei4jz.jpg

 

A divisão de arrecadação por região de Taylor pelo mundo tem como grande centro a América do Norte, em específico somente entre Estados Unidos e Canadá, com 81% do valor já arrecadado pela cantora. Ao todo, ela já realizou 427 shows dentro de suas turnês em quatro regiões diferentes do mundo e tem como destaque o valor da renda que a cada show tem subido consideravelmente fora da América do Norte.

 

A artista é a segunda mulher que mais arrecadou dentro da região doméstica, somente atrás de Celine Dion mas é a que mais vendeu ingressos na região.

 

S2VdADl.jpg

P0kdCuk.jpg

 

 


 

 

MnpuiUn.jpg

 

LOCAIS

 

O Gillette Stadium, Foxborough, foi palco da primeira vez em que Taylor foi protagonista de um stadium show na carreira em 2009 e tradicionalmente ela manteve o local em todas as turnês seguintes. Hoje, totaliza 10 shows no estádios e um total de $55,529,582 arrecadado e 569,993 ingressos vendidos, sendo o local mais rentável da carreira de Swift. Nos 10 locais mais rentáveis da carreira, Taylor acumula $315,000,000 em 67 shows.

 

A cantora é uma das duas artistas femininas que tem mais de um boxscore superior a $20,000,000, ao lado de Pink, com a renda dos três shows no MetLife Stadium, East Rutherford, e também três shows no Gillette Stadium, Foxborough, ambos em 2018 pela Reputation Tour.

 

 

OV6huiu.jpg

 

 


 

 

i7Bib51.jpg

 

MAIORES RENDAS E MAIORES PÚBLICOS

 

Em 29 de Setembro, 2018, Taylor realizou um show único no NRG Stadium, Houston, como parte da Reputation Tour (2018) que arrecadou $9,530,275 para 53,800 pessoas presentes. A renda deu a Taylor de show único mais rentável por uma mulher na história nas Américas, batendo os shows de média de $1.150 de ingresso de Barbra Streisand na MGM Grand Garden, Las Vegas, em 2000. Swift ainda realizou outros três shows superiores a $9,000,000 de arrecadação: dois em Atlanta e um em Nashville.

O primeiro show da cantora a arrecadar mais de $3,000,000 foi o show no Gillette Stadium, Foxborough, em 2009. O primeiro a arrecadar mais de $4,000,000 foi no Heinz Field, Pittsburgh, em 2011. Os primeiros a arrecadar mais de $5,000,000, $6,000,000 e $7,000,000 foram no Ford Field, Detroit, MetLife Stadium, East Rutherford, e no AT&T Stadium, Arlington, consequentemente todos em 2015. Os primeiros a superar a marca de $8,000,000 e $9,000,000 foram no Rose Bowl, Pasadena, e no Mercedes-Benz Stadium, Atlanta, consequentemente ambos me 2018.

 

 

32wRKZi.jpg

 

 

UqenH9w.jpg

 

Com um total de quase 9,700,000 de ingressos vendidos, a cantora é a terceira mulher que mais vendeu ingressos na história apenas atrás de Madonna e Celine Dion. Como maior atendimento em um show único, Taylor contou com a participação de 75,980 fãs no show no ANZ Stadium, Sydney, pela 1989 Tour (2015). O show é um dos maiores públicos femininos na década. A cantora ainda tem outros 3 shows superiores a 70,000 pessoas e 8 shows superiores a 60,000 pessoas.

 

Atualmente, Taylor segura o recorde de maior média de público por uma turnê feminina na história e única a ter uma média superior a 50,000 pessoas pro show.

 

3HKxDwl.jpg

 

 


 

 

lMD8qhl.jpg

 

ANO POR ANO

 

A esmagadora parte dos números de Taylor estão dentro dessa década. De 2010 à 2018, Swift já arrecadou $910,268,893 em 379 shows. Na década passada, a cantora arrecadou $25,797,438 dos $65,794,541 da Fearless Tour.

 

A expectativa é de que a cantora se torne a quarta mulher na história a bater o $1 bilhão de arrecadação em suas turnês entre, no máximo, menos de 10 primeiros shows da nova turnê.

 

 

uCGjsEd.jpg

 

 

extremamente bem sucedida 

sucessora da madonna 

  • Amei 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

YbPvTyn.jpg

NpEfzXu.jpg

 

j1We7HZ.jpg

j1We7HZ.jpg

 

 

 

Esses são os únicos boxscores dela que nunca saíram. E a estimativa botada foi essas.

 

O resto veio da América do Norte e Oceania que tiveram todos reportados.

 

26TKZ7z.jpglKPBj80.jpg

 

6OH9vJ8.jpg

 

  • Amei 4

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
4 minutos atrás, Paulinho Style disse:

extremamente bem sucedida 

sucessora da madonna 

Old amore.

 

Na próxima ela passa a Celine.

  • AAAAAA 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 hora atrás, BELMONT disse:

 

uhuy3jU.jpg

 

Analysis: Taylor Swift

 

Taylor Swift não se tornou a mulher mais rentável da década a toa. A cantora chegou a trabalhar com suas quatro primeiras turnês por sete anos consecutivos entre 2009 e 2015 até ela começar sua primeira pausa que durou quase três anos. Seu último show, Reputation Tour (2018), se tornou a mais rentável turnê feminina da década e também a que mais vendeu ingressos na década e tudo isso com apenas 53 shows. Com média de $6,522,173 por show e $9,602,087 por cidade, a turnê tem a segunda maior média de arrecadação por show por uma artista feminina da história apenas atrás da Timeless Tour (2000) de Barbra Streisand que tem média de $7,000,000 por show e $14,000,000 por cidade.

 

Já em sua primeira turnê, Fearless Tour (2009), Swift já tinha se mostrado uma grande touring act ao esgotar todos os shows dentro do território Norte Americano e botando a leg no top 20 das mais rentáveis turnês femininas na história na América do Norte. Fearless Tour chegou ao fim no ano seguinte com um show no Gillette Stadium, Foxborough, para 56,868 pessoas.

 

Ao longo de cinco turnês e 427 shows nos últimos 9 anos, Taylor já arrecadou um total de $936,066,331 para 9,695,629 ingressos vendidos. Isso torna a cantora a quarta mulher mais rentável de todos os tempos (atrás de Madonna, Celine Dion e Beyoncé) e a número 1 da década.

 

 

NbPDBLI.jpg

 

 

 

1xei4jz.jpg

 

A divisão de arrecadação por região de Taylor pelo mundo tem como grande centro a América do Norte, em específico somente entre Estados Unidos e Canadá, com 81% do valor já arrecadado pela cantora. Ao todo, ela já realizou 427 shows dentro de suas turnês em quatro regiões diferentes do mundo e tem como destaque o valor da renda que a cada show tem subido consideravelmente fora da América do Norte.

 

A artista é a segunda mulher que mais arrecadou dentro da região doméstica, somente atrás de Celine Dion mas é a que mais vendeu ingressos na região.

 

S2VdADl.jpg

P0kdCuk.jpg

 

 


 

 

MnpuiUn.jpg

 

LOCAIS

 

O Gillette Stadium, Foxborough, foi palco da primeira vez em que Taylor foi protagonista de um stadium show na carreira em 2009 e tradicionalmente ela manteve o local em todas as turnês seguintes. Hoje, totaliza 10 shows no estádios e um total de $55,529,582 arrecadado e 569,993 ingressos vendidos, sendo o local mais rentável da carreira de Swift. Nos 10 locais mais rentáveis da carreira, Taylor acumula $315,000,000 em 67 shows.

 

A cantora é uma das duas artistas femininas que tem mais de um boxscore superior a $20,000,000, ao lado de Pink, com a renda dos três shows no MetLife Stadium, East Rutherford, e também três shows no Gillette Stadium, Foxborough, ambos em 2018 pela Reputation Tour.

 

 

OV6huiu.jpg

 

 


 

 

i7Bib51.jpg

 

MAIORES RENDAS E MAIORES PÚBLICOS

 

Em 29 de Setembro, 2018, Taylor realizou um show único no NRG Stadium, Houston, como parte da Reputation Tour (2018) que arrecadou $9,530,275 para 53,800 pessoas presentes. A renda deu a Taylor de show único mais rentável por uma mulher na história nas Américas, batendo os shows de média de $1.150 de ingresso de Barbra Streisand na MGM Grand Garden, Las Vegas, em 2000. Swift ainda realizou outros três shows superiores a $9,000,000 de arrecadação: dois em Atlanta e um em Nashville.

O primeiro show da cantora a arrecadar mais de $3,000,000 foi o show no Gillette Stadium, Foxborough, em 2009. O primeiro a arrecadar mais de $4,000,000 foi no Heinz Field, Pittsburgh, em 2011. Os primeiros a arrecadar mais de $5,000,000, $6,000,000 e $7,000,000 foram no Ford Field, Detroit, MetLife Stadium, East Rutherford, e no AT&T Stadium, Arlington, consequentemente todos em 2015. Os primeiros a superar a marca de $8,000,000 e $9,000,000 foram no Rose Bowl, Pasadena, e no Mercedes-Benz Stadium, Atlanta, consequentemente ambos me 2018.

 

 

32wRKZi.jpg

 

 

UqenH9w.jpg

 

Com um total de quase 9,700,000 de ingressos vendidos, a cantora é a terceira mulher que mais vendeu ingressos na história apenas atrás de Madonna e Celine Dion. Como maior atendimento em um show único, Taylor contou com a participação de 75,980 fãs no show no ANZ Stadium, Sydney, pela 1989 Tour (2015). O show é um dos maiores públicos femininos na década. A cantora ainda tem outros 3 shows superiores a 70,000 pessoas e 8 shows superiores a 60,000 pessoas.

 

Atualmente, Taylor segura o recorde de maior média de público por uma turnê feminina na história e única a ter uma média superior a 50,000 pessoas pro show.

 

3HKxDwl.jpg

 

 


 

 

lMD8qhl.jpg

 

ANO POR ANO

 

A esmagadora parte dos números de Taylor estão dentro dessa década. De 2010 à 2018, Swift já arrecadou $910,268,893 em 379 shows. Na década passada, a cantora arrecadou $25,797,438 dos $65,794,541 da Fearless Tour.

 

A expectativa é de que a cantora se torne a quarta mulher na história a bater o $1 bilhão de arrecadação em suas turnês entre, no máximo, menos de 10 primeiros shows da nova turnê.

 

 

uCGjsEd.jpg

 

 

pisou na analise

ansioso pra acompanhar a proxima

Dtcp3j1.gif

  • Amei 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
3 horas atrás, BELMONT disse:

 

A expectativa é de que a cantora se torne a quarta mulher na história a bater o $1 bilhão de arrecadação em suas turnês entre, no máximo, menos de 10 primeiros shows da nova turnê.

 

Dtcp3j1.gifDtcp3j1.gif

 

Amei a análise, o crescimento da maior touring act da década é surreal

Dtcp3j1.gif

  • Amei 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

Publicidade

FACEBOOK

×