Ir para conteúdo

Pillah ENDGAME

Política

208.740 posts neste tópico

Posts Recomendados

6 minutos atrás, Baranski disse:

E esse entrevista do Bozo na JP hein? A cara deles nem arde na chapa branca.

R6U7sbU.gif

 

Quem entrevistou ele foi aquela cacura do Pingos nos Is. Nem dou relevância. Queria a Vera ou o Villa entrevistando o Bozo

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 hora atrás, Gui Mercês disse:

  

:)

 

Eu não condeno as críticas desse cara, da Sabrina ou de qualquer pessoa à esquerda que questione o apoio à Tabata pela Lemann desde Harvard até a candidatura. A crítica é importante sim e ajuda a gente a realmente 'sair da Matrix' e questionar até que ponto essa tentativa de transgressão do conceito de 'esquerda x direita' é ou não saudável (o que tão chamando de pós-política). E também até que ponto a Tabata precisou ceder a interesses dessas iniciativas privadas pra fazer a campanha dela acontecer.

 

Só que no caso da Tabata eu vejo uma pessoa que se frustra que os questionamentos a ela sejam do tipo 'ah mas ela não é suficientemente esquerda ou direita, ela ta em cima do muro' em vez de serem 'será que ela ta fazendo algum bem em prol do propósito dela pela educação, executando bem o papel dela de deputada?' Porque é isso que ela quer fazer, ela quer ver mais pessoas tendo as oportunidades que ela teve (só que de maneira orgânica, sem precisar de bolsa de fundação, pelos próprios méritos), levando o Brasil a ser um país celeiro de talentos pra reduzir a desigualdade social através da educação., cobrar dos ministros e das outras pessoas que resultado seja gerado. E a proposta dela é clara, pra garantir que o governo continue fornecendo ao FUNDEB, que se preocupem com o FIES, que as universidade públicas atendam os mais necessitados e sejam justas, educação integral, p&d etc. Resumindo, ela quer fazer, gerar resultado, não  só ficar debatendo posicionamento político porque isso em excesso a impede de realmente gerar mudança que os eleitores dela esperam na educação, que é o compromisso real que assumiu, não pautas identitárias.

  • Amei 8

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

OLD que enquanto tem pautas importantes sendo discutidas PARTES da esquerda só pensa em "#LulaLivre". Não que devemos esquecer o que a prisão dele significa, mas temos outras prioridades agora.

 

Edit: até porque Lula livre no cenário atual seria mais prejudicial do que benéfico.

  • Amei 4

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
3 minutos atrás, SΙΜΜΣR disse:

 

Eu não condeno as críticas desse cara, da Sabrina ou de qualquer pessoa à esquerda que questione o apoio à Tabata pela Lemann desde Harvard até a candidatura. A crítica é importante sim e ajuda a gente a realmente 'sair da Matrix' e questionar até que ponto essa tentativa de transgressão do conceito de 'esquerda x direita' é ou não saudável (o que tão chamando de pós-política). E também até que ponto a Tabata precisou ceder a interesses dessas iniciativas privadas pra fazer a campanha dela acontecer.

 

Só que no caso da Tabata eu vejo uma pessoa que se frustra que os questionamentos a ela sejam do tipo 'ah mas ela não é suficientemente esquerda ou direita, ela ta em cima do muro' em vez de serem 'será que ela ta fazendo algum bem em prol do propósito dela pela educação, executando bem o papel dela de deputada?' Porque é isso que ela quer fazer, ela quer ver mais pessoas tendo as oportunidades que ela teve (só que de maneira orgânica, sem precisar de bolsa de fundação, pelos próprios méritos), levando o Brasil a ser um país celeiro de talentos pra reduzir a desigualdade social através da educação., cobrar dos ministros e das outras pessoas que resultado seja gerado. E a proposta dela é clara, pra garantir que o governo continue fornecendo ao FUNDEB, que se preocupem com o FIES, que as universidade públicas atendam os mais necessitados e sejam justas, educação integral, p&d etc. Resumindo, ela quer fazer, gerar resultado, não  só ficar debatendo posicionamento político porque isso em excesso a impede de realmente gerar mudança que os eleitores dela esperam na educação, que é o compromisso real que assumiu, não pautas identitárias.

Exato! E sempre bom lembrar que só dá pra criticar do jeito que Sabrina e cia faz depois que tivermos votações onde a Tabatá se mostre filhote de neoliberal.

 

Enquanto isso não existir e se não existir, não passa de imbecilidade 

  • Amei 5

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
18 minutos atrás, juniorlucena disse:

Exato! E sempre bom lembrar que só dá pra criticar do jeito que Sabrina e cia faz depois que tivermos votações onde a Tabatá se mostre filhote de neoliberal.

 

Enquanto isso não existir e se não existir, não passa de imbecilidade 

Reizinho sensato!

 

menos quando se trata de carnaval

  • Amei 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 hora atrás, Gui Mercês disse:

Quero ver até onde os "centristas" vão usando essa teoria falaciosa da ferradura, colocando os extremos no mesmo balaio.  

 

 A despolitizaçao ta num nivel absurdo mesmo.

O novo modelo Luciano Huck de políticos fazendo discursos óbvios (ah pq precisamos de educação de qualidade / ah pq o SUS funciona mal) e sem tocar em feridas pra atrair o eleitorado bozominio e a simpatia da mídia órfã do PSDB

  • Amei 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
30 minutos atrás, Timothy disse:

Reizinho sensato!

 

 

  Mostrar conteúdo oculto

menos quando se trata de carnaval

 

<3 kkkk

 

qual o problema do carnaval?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
5 minutos atrás, juniorlucena disse:

<3 kkkk

 

qual o problema do carnaval?

Hater da soberana

 

zteRRYb.gif

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Faça login para comentar

Você vai ser capaz de deixar um comentário após fazer o login



Entrar Agora

Publicidade

FACEBOOK

×