Ir para conteúdo

Per Amore

Política

209.749 posts neste tópico

Posts Recomendados

3 minutos atrás, PILLAH disse:

Reitores de universidades federais gaúchas dizem que corte de 30% em verbas inviabiliza instituições

 

O anúncio de que todas as universidades federais do país terão um corte de 30% em seu orçamento neste ano foi recebido com preocupação por reitores do Rio Grande do Sul. Eles afirmam que as instituições já sofrem com falta de recursos, não têm mais onde cortar despesas e podem ver-se diante de uma situação insustentável.

 

O bloqueio geral das verbas – que inclui também os institutos federais – foi comunicado na noite de terça-feira (30) pelo secretário de Educação Superior do Ministério da Educação (MEC), Arnaldo Barbosa de Lima Junior, em uma entrevista ao Jornal Nacional. Veio depois de um outro anúncio, segundo o qual perderiam os 30% apenas a Universidade de Brasília (UnB), a Universidade Federal Fluminense (UFF) e a Universidade Federal da Bahia (UFBA), punidas por causa do que o ministro Abraham Weintraub definiu como "balbúrdia" nas instituições.

 

Com a revelação de que a redução de gastos seria generalizada, os reitores começaram a fazer as contas – e a concluir que elas não fecham. No comando da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Paulo Burmann afirma que a medida do governo é um "ataque duro" que vai "levar à insustentabilidade da instituição". O reitor entende que o corte ocorre no contexto de uma "caricatura" que foi feita da universidade pública, jogando a sociedade contra as instituições.

 

O reitor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Rui Vicente Oppermann, ressalvou ainda não ter recebido confirmação da redução dos repasses, mas considerou o quadro "muito grave", com impactos sérios no ensino, na pesquisa e na extensão universitária. Oppermann diz que ainda não há informações sobre se a tesourada inclui os 25% de corte já anunciados no início do ano – ou seja, mais 5% sobre o orçamento total – ou se representaria 30% adicionais.

 

— Aí, sim, seria absolutamente inaceitável. Trabalhamos com isso (os 25% a menos) e sabemos que teremos grandes dificuldades de alcançar o fim do ano fazendo as atividades que realizamos.  

 

Oppermann também se posicionou sobre as acusações de "balbúrdia" feitas pelo ministro, que ele acredita que não possam ser dirigidas a UFRGS:

 

— Sobre a chamada "balbúrdia" e presença de sem-terra, quero ratificar que a universidade tem autonomia e liberdade. Ela é um espaço crítico de construção de cidadania e, por ser pública, todos têm acesso e direito de usar.

 

Na Universidade Federal de Pelotas (UFPel), o reitor Pedro Hallal avalia que o corte "inviabiliza o funcionamento da instituição". Ele afirma que, nos dois anos e meio de sua gestão, o orçamento foi inadequado e que, mesmo assim, a universidade conseguiu se encaixar, fazendo uma série de cortes:

 

— Tudo que era minimamente excessivo nós cortamos. No primeiro ano, conseguimos uma economia de quase R$ 10 milhões mexendo nos terceirizados (limpeza, portaria etc). Uma redução de mais de 10%. De lá para cá, a UFPel convive com um cenário em que empata as contas de custeio. 

 

Completa: https://gauchazh.clicrbs.com.br/educacao-e-emprego/noticia/2019/05/reitores-de-universidades-federais-gauchas-dizem-que-corte-de-30-em-verbas-inviabiliza-instituicoes-cjv5oj5a9009b01ptapvv2ddp.html

PUTS, esses tempos estava faltando papel higiênico no campus da UFSM em Frederico Westphalen.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

UFPR diz que bloqueio de R$ 48 milhões feito pelo MEC vai atingir contas de água e energia elétrica

 

A Universidade Federal do Paraná (UFPR) informou nesta quinta-feira (2) que foi comunicada de um bloqueio de R$ 48 milhões no orçamento da instituição após uma medida do Ministério da Educação (MEC). O bloqueio, que representa 30% do orçamento da instituição, atinge todas as universidades e institutos federais do país. O anúncio da medida foi feito na terça-feira (30) pelo secretário de Educação Superior do MEC, Arnaldo Barbosa de Lima Junior.

 

A UFPR diz que o bloqueio no orçamento irá impactar no funcionamento da universidade. Segundo a instituição, as despesas comuns, como contas de água e energia elétrica, além de contratos de prestação de serviços serão atingidos diretamente. Ainda segundo a universidade, se a medida feita pelo MEC não for revisada, o desempenho nas atividades da UFPR no segundo semestre podem ter "consequências graves".

 

Atualmente a UFPR possui 33 mil alunos matriculados em cursos de graduação, pós-graduação, programas de mestrado e doutorado, além de cursos de especialização e projetos de extensão.

 

Completa: https://g1.globo.com/pr/parana/noticia/2019/05/02/ufpr-diz-que-bloqueio-de-r-48-milhoes-feito-pelo-mec-vai-atingir-contas-de-agua-e-energia-eletrica.ghtml

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Passei minha graduação toda sem greve. O que me falta é ter greve no meu último ano como resultado de um retardado que, ironicamente, é professor da minha universidade.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

A pergunta que fica é: Quando TABATA AMARAL vai DEMITIR o atual Ministro da Educação?

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu estudo na UFPEL e o povo ta apavorado com o futuro da universidade. Hoje teve reunião dos da e ca com o reitor e ele apresentou as planilhas... A universidade não vai ter dinheiro nem pra pagar a luz com esse corte de orçamento, fora isso a segurança, os onibus de apoio, as portarias e os ru vão ser afetados. Infelizmente não vai ter como continuar assim. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

A UFPA gasta dinheiro demais com verdadeiras besteiras. Me lembra uns anos atrás que precisávamos de ônibus para ir no GEOPANTANAL, um congresso importante da nossa área que seria em Cuiabá, não liberaram o ônibus pq o grêmio estudantil precisaria do ônibus pra ir pra Brasília pra uma manifestação pró-Dilma.

Desde esse dia tomei ódio do DCE

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Se de fato esse corte se concretizar, o cara só vai gerar uma greve geral das UFs. É isso que ele quer pra desmoralizar mais ainda as instituições de ensino? Sei lá, forçar que as universidades públicas são gastos e que não dão retorno pra sociedade? Ou será só cortina de fumaça pra desviar atenção do laranjal do PSL e da reforma da previdência? MEU DEUS. QUE GOVERNO SURTADO AAAAAA

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Me formo esse ano e esta semana eu passei em um concurso na minha área, não posso atrasar minha graduação de jeito nenhum, espero que não tenha greve.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
6 minutos atrás, Surveyor disse:

Me formo esse ano e esta semana eu passei em um concurso na minha área, não posso atrasar minha graduação de jeito nenhum, espero que não tenha greve.

Qual seu curso? Estudo na UFPA.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Agora, XLX #PTMERDA disse:

Qual seu curso? Estudo na UFPA.

 

Na UFRA, Engenharia Cartográfica e de Agrimensura.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
10 minutos atrás, Surveyor disse:

A UFPA gasta dinheiro demais com verdadeiras besteiras. Me lembra uns anos atrás que precisávamos de ônibus para ir no GEOPANTANAL, um congresso importante da nossa área que seria em Cuiabá, não liberaram o ônibus pq o grêmio estudantil precisaria do ônibus pra ir pra Brasília pra uma manifestação pró-Dilma.

Desde esse dia tomei ódio do DCE

 

Lembro que na minha UF eles raramente liberavam passagens aéreas pra estudantes de graduação, a não ser que você tivesse um professor que lhe ajudasse. Na minha época, eu concorria a um prêmio nacional que ocorreria em Manaus (sou do Piauí). Protocolei pedido de passagem aérea e só liberaram pra mim uma ajuda de 400 reais, que de acordo com eles, era o máximo que davam pra um estudante kkk no fim das contas, não viajei, pq 400 reais não dava pra ir nem de ônibus. Sorte que era um trabalho conjunto com uma amiga e ela foi com a própria grana - e ganhamos. 

 

Depois descobri que uns colegas de curso ganharam passagens aereas e ajuda de custo só pra participar de um evento que foram selecionados no canal futura, pq a universidade tinha parceria. Ou seja, se você não tiver contatos dentro da universidade ou não for amiguinho de professor, tem que se humilhar mesmo 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 minuto atrás, Surveyor disse:

 

Na UFRA, Engenharia Cartográfica e de Agrimensura.

Aaah, eu cheguei a cursar Ambiental na UFRA.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 minuto atrás, tlopes disse:

 

Lembro que na minha UF eles raramente liberavam passagens aéreas pra estudantes de graduação, a não ser que você tivesse um professor que lhe ajudasse. Na minha época, eu concorria a um prêmio nacional que ocorreria em Manaus (sou do Piauí). Protocolei pedido de passagem aérea e só liberaram pra mim uma ajuda de 400 reais, que de acordo com eles, era o máximo que davam pra um estudante kkk no fim das contas, não viajei, pq 400 reais não dava pra ir nem de ônibus. Sorte que era um trabalho conjunto com uma amiga e ela foi - e ganhamos. 

 

Depois descobri que uns colegas de curso ganharam passagens aereas e ajuda de custo só pra participar de um evento que foram selecionados no canal futura, pq a universidade tinha parceria. Ou seja, se você não tiver contatos dentro da universidade ou não for amiguinho de professor, tem que se humilhar mesmo 

 

A merda do DCE era comprado pelo reitor, lixos até hoje. Eles foram a vergonha da última eleicao para reitor. A minha universidade até que tá liberando dinheiro agora pra passagem aérea e tal, mas acho que cortam agora. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Agora, XLX #PTMERDA disse:

Aaah, eu cheguei a cursar Ambiental na UFRA.

 

Eu apresento TCC em outubro, janeiro eu tenho que tá na aeronáutica. Não posso atrasar a graduação de jeito nenhum

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante
Este tópico está impedido de receber novos posts.

Publicidade

FACEBOOK

×