Ir para conteúdo

PILLAH

Política - Parabéns, globalismo: Parlamento britânico rejeita acordo de saída do Reino Unido da União Europeia (Brexit)

196.374 posts neste tópico

Posts Recomendados

1 hora atrás, jotapê disse:

gente as vezes me pergunto se a Gleisi é assim mesmo? Ou se está sendo só uma - do Lula, pois sonha em ficar no lugar da Dona Marisa

tumblr_inline_pkxxt2tjRA1qdgxc1_540.gif

eu não entendo pq ela faz esse tipo de coisa como ir a posse na venezuela,se assemelha muito ao que ela fez durante a campanha do haddad,toda semana ela soltava declaração que acabava atrapalhando a candidatura do próprio,todo mundo reclamava e ela em momento nenhum parou com isso, eu não entendo isso dela ou ela gosta de fazer merda ou tem interesses secretos por trás,pq burra ela não é,,agora o que ela ganha fazendo isso não sei.

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
23 minutos atrás, Leo Lopes disse:

Em resumo, os dois são o demo, mas eu tô num período estranho da vida em que tô até com saudade do Temeroso, em comparação com o Bolsa de coco.

 

Teve momento até que eu achei ele um vovozinho fofo 

o que uma eleição ruim não faz 

 

estrada44.gif

  • Amei 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 minuto atrás, Kelly Rola disse:

hoje o bozo assina o decreto das armas

vcs vão comprar qual amores?

q

estrada44.gif

Um livro.

estrada44.gif

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Tulio Gadelha (AKA boy da fátima) postou foto com o molon no insta mais cedo, dizendo que conversaram sobre rearranjos políticos

 

Enquanto isso, haddad continua firme e forte na luta contra o fascismo lacrando muito no twitter

 

  • Haha 6
  • Morta 5
  • AAAAAA 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 minuto atrás, michael disse:

Tulio Gadelha (AKA boy da fátima) postou foto com o molon no insta mais cedo, dizendo que conversaram sobre rearranjos políticos

 

Enquanto isso, haddad continua firme e forte na luta contra o fascismo lacrando muito no twitter

 

Eu acho que o Haddad tá até indo bem, o maior problema dele é o partido dele (PT) e a presidente do partido (Gleisi).

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
27 minutos atrás, Loggie disse:

Sobre o atual cenário político brasileiro. 

O que notamos é uma divisão do país entre uma parcela significativa da população e da opinião pública, até mesmo da imprensa, que não estava satisfeita com o que estava acontecendo no país em termos da maneira de administrar, do envolvimento de vários integrantes da administração dos diversos poderes em atos que não eram aqueles que os eleitores que os elegeram esperavam. Depois de um período relativamente longo, fez com que a população acordasse: “vamos tentar mudar essas coisas”. Isso eu vi como cidadão. Como militar, não posso opinar.

 

Sobre o presidente eleito ser muito próximo a militares. 

O futuro presidente é congressista há quase 30 anos. Tem congressistas advogados, jornalistas, médicos. Há uma preocupação tanto por parte do Executivo quando do segmento da Defesa que a gente consiga estabelecer este limite: no momento que vou bater a continência para ele, não é para o capitão Bozonaro, mas para o presidente da República. Não é bom misturar política com Forças Armadas. Esse modelo não tem dado bons resultados em diversos países.

 

Sobre as pessoas terem 'ranço' dos militares. 

Existe desinformação. Nos últimos anos, muitas pessoas estavam na rua pedindo a volta dos militares. Há certo preconceito na análise do que aconteceu no Brasil nos últimos 50, 60 anos. É muito mais desinformação do que ranço. Quando a desinformação é elevada a um grau maior, chega próximo à doutrinação, de tentar influenciar o pensamento das pessoas, intensificar opiniões. Isso pode levar as pessoas a terem um preconceito, um ranço. Tem pessoas que nasceram muito depois do período dos governos militares e falam como se tivesse vivido aquele período de coisas que aconteceram. Por outro lado, muitas pessoas que têm opinião contrária. É muito mais uma leitura daquilo que aconteceu, de opiniões divergentes. Então é óbvio que nós, militares, somos atingidos pelas opiniões contrárias, que nos imputam responsabilidade por algumas coisas. Acho que a história, com o tempo, vai limpar essas diferenças de opiniões e trazer um equilíbrio entre as opiniões divergentes.

 

Sobre envolvimento de militares com milicias. 

Quando você fica próximo de problemas, existe o risco de se envolver. O ser humano não é infalível. Uma situação hipotética: você é policial ou soldado do Exército e mora numa área de risco. Aí chega alguém e lhe diz: “você mora em tal lugar, né? Sua mãe trabalha ali, seu filho estuda em tal escola. Tome cuidado porque pode acontecer acidente com ele”. Nós escolhemos uma profissão de risco, mas envolver um ente querido pode constranger a não tomar determinadas atitudes. E, a partir do momento que você começa a ceder, é envolvido e pressionado. As pessoas que estão muito próximas desse tipo de ação estão sujeitas a se comprometer -- não por falha de caráter. Quanto mais tempo se permanece, maior é o risco. O Exército tem adotado um rodízio.

 

Sobre a intervenção no Rio. 

Existe uma diminuição de criminalidade e violência no Rio. Alguns números que aumentaram, como enfrentamentos e tiroteios, são normais. Se eu intensifico a presença de forças se contrapondo à criminalidade, [é normal] que esse enfrentamento aumente. Quando a gente eventualmente reclama do enfrentamento entre forças de segurança e criminalidade, temos que olhar, até uma questão que a própria população do Rio estava demandando. A criminalidade estava com mais liberdade.

 

https://www1.folha.uol.com.br/poder/2018/11/ha-preconceito-na-analise-do-periodo-militar-no-brasil-diz-futuro-comandante-do-exercito.shtml

 

 

bostejou falando que o conceito histórico da ditadura militar brasileira é preconceito e desinformação.

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

Publicidade

FACEBOOK

×