Ir para conteúdo

Juliana Gomes

Membros
  • Total de itens

    2.671
  • Registro em

  • Última visita

Sobre Juliana Gomes

  • Data de Nascimento Fevereiro 27

Suas Informações

  • Localização
    .

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. "It’s so funny how Ariana be supporting Miley so openly but stays quiet if Demi has music out" Mas ela já aclamou a Demi algumas vezes no twitter. Não precisa falar publicamente de cada música que ela lança pra provar alguma coisa tbm, né...
  2. Aí não rolaria aquele linchamento de "você destruiu um casamento", "nossa, mas ele não teve nenhuma compaixão com o homem traído?". Não é nem sobre achar certo ou errado o que a Marina supostamente fez, mas é questão de enxergar que o tratamento é completamente diferenciado para homens e mulheres em situação de traição.
  3. Tá rolando um baita machismo sim nessa situação toda. Se um homem se relaciona com uma mulher casada não rola metade dessa comoção e isso é um fato. Ou então podemos pegar só essa situação mesmo e comparar o backlash que a Marina está sofrendo com o do José Loreto. A vontade de apontar para a mulher da história e chamar de vaga.bunda (mesmo que com eufemismos, rs) é maior do que qualquer coisa. P.S.: tô beeem longe de ser fã da Marina, só estou analisando a situação mesmo
  4. Kendrick Lamar (8.858 bilhões) DAMN. (3.357 bilhões) untitled unmastered. (261 milhões) To Pimp A Butterfly (995 milhões) good kid, m.A.A.d city (1.730 bilhão) Section.80 (539 milhões) Overly Dedicated (103 milhões) Outros e Remixes (1.872 bilhão) Certificados: 74 HUMBLE., 10x Don't Wanna Know, 6x All The Stars, 5x DNA., 4x LOVE., 4x The Greatest, 4x Fuckin' Problems, 3x m.A.A.d. city, 3x Pray For Me, 3x LOYALTY., 3x King Kunta, 2x King’s Dead, 2x Bitch, Don't Kill My Vibe, 2x Swimming Pools (Drank), 2x ELEMENT., 2x Money Trees, 2x New Freezer, 2x Collard Greens, 1x Poetic Justice, 1x Alright, 1x Backseat Freestyle, 1x A.D.H.D, 1x Sidewalks, 1x Swimming Pools (Drank) - Extended Version, 1x XXX., 1x Mask Off (Remix), 1x YAH., 1x PRIDE., 1x i, 1x LUST., 1x Mona Lisa, 1x Perfect Pint, 1x Na fila: HUMBLE. (SKRILLEX REMIX), 96 milhões FEEL., 96 milhões Big Shot, 96 milhões Radioactive, 93 milhões GOD., 87 milhões FEAR., 85 milhões DUCKWORTH., 83 milhões The Recipe, 76 milhões
  5. Aproveitando o tópico para compartilhar essa ótima fala da Elisa Lucinda: "Se tem territorialidade, tem apartheid. Se eu sei onde encontrar preto e onde encontrar branco, tem apartheid."
  6. O canal público de televisão iraniano IRIB decidiu, em cima da hora, não exibir uma partida do campeonato alemão de futebol por a árbitra do jogo ser uma mulher. A partida em questão, entre Bayern de Munique e Augsburg, ocorreu na sexta-feira (15/02) e foi apitada pela árbitra alemã Bibiana Steinhaus. Segundo jornais alemães, a decisão de não transmitir o jogo foi com base nas estritas leis islâmicas do Irã, que não permitem a exibição de imagens de mulheres usando roupas que mostrem muitas partes do corpo, como short e camisa. Natalie Amiri, correspondente no Irã do canal público alemão ARD, escreveu no Twitter: "A partida foi cancelada em cima de hora! E de quem é a culpa de novo: da Bibi, é claro. Bibiana Steinhaus é uma mulher e usa shorts, algo que não pode ser visto na TV estatal iraniana”. No Irã, cenas em que mulheres aparecem mostrando muitas partes do corpo costumam ser censuradas. Mas isso seria inviável numa partida de futebol, uma vez que Steinhaus, como árbitra, está quase sempre onde o lance acontece. Em maio, a TV iraniana tentou censurar uma partida também do campeonato alemão que teve Steinhaus como árbitra, mostrando cenas aleatórias do público toda vez que a câmera se aproximava dela. Bibiana Steinhaus, de 39 anos, se tornou em setembro de 2017 a primeira mulher a apitar uma partida da primeira divisão do futebol alemão. Fonte
  7. únicas músicas desse cd que eu gosto são r.e.m. e no tears left to cry o resto eu descarto
  8. Daqui a pouco o Bozonaro manda o esquadrão da morte dar um jeito nesse daí
  9. Bolsista de escola particular eu acho que só pode no Prouni, não? Mas enfim, é bizarro quando você olha, por exemplo, a lista das escolas públicas mais bem posicionadas no ranking do Enem no RJ, e quase todas as 30 primeiras posições são ocupadas por colégios federais. Lembro que no ano passado eu conversava com uma amiga da faculdade e acabei falando o nome da minha escola pra ela, daí ela fez uma cara de espantada e disse: "nossa, você é a segunda pessoa que eu conheço que vem de um colégio estadual comum". É tão raro, que as pessoas infelizmente ficam surpresas.
  10. Eu já critiquei muito aqui no fórum essa questão de cota pra aluno de colégio federal/militar. Não é normal que quase todos os cotistas de uma universidade venham de colégios federais e militares, que compõem uma minoria da rede pública de ensino básico. Eu conto nos dedos de uma mão só os cotistas de escolas estaduais "normais" (que compõem a maior parte da rede pública) que eu conheci na universidade. É quase impossível alguém que estudou num colégio estadual comum competir com alguém que estudou no Pedro II, por exemplo. Pior é que se você toca na ferida, a galera que vem desses colégios surta, né? Ficam numa de "ah, mas você não está fazendo recorte de classe e raça". Ora, quando eu critico a cota pra colégio federal e militar eu tô justamente pensando em raça e classe. A maior parte do povo preto e pobre desse país estuda em escolas municipais e estaduais comuns, não nos Pedro II da vida. No mínimo a cota deveria ser proporcional à composição da rede básica de ensino de cada estado. Então, por exemplo, se apenas 5% dos alunos de determinado estado são provenientes de colégios federais, então só deve haver 5% de vagas dentro das cotas pra esses alunos. Estipular limite de renda em todas as cotas também ajudaria demais. É a medida mais urgente para haver uma distribuição mais justa das vagas, inclusive.
  11. Se isso acontece em outras universidades públicas vai embora metade dos cotistas

Publicidade

FACEBOOK

×