Ir para conteúdo
Pedimos desculpa pelo atraso no servidor Leia mais... ×

Pesquisar na Comunidade

Mostrando resultados para as tags ''ARTISTA''.



Mais opções de pesquisa

  • Pesquisar por Tags

    Digite tags separadas por vírgulas
  • Pesquisar por Autor

Tipo de Conteúdo


Home

  • Entretenimento
    • Noticias e Charts Musicais
    • Lançamentos
    • Noticias (Cinema, TV)
    • Cinema e TV
  • Geral
    • Assuntos Off
  • Variedades
    • Noticias Gerais
    • Animes
  • Artistas's Fixos

Encontrar resultados em...

Encontrar resultados que...


Data de Criação

  • Início

    FIM


Data de Atualização

  • Início

    FIM


Filtrar pelo número de...

Data de Registro

  • Início

    FIM


Grupo


Sobre Mim


Ouvindo

Encontrado 77 registros

  1. IcaroRibeiro

    ARTISTA EXO

    Créditos: @raphaeIa
  2. Matheus Felipe

    ARTISTA Beyoncé — On The Run II Tour

    "I was served lemons, but I made lemonade."
  3. Mille Backer

    ARTISTA Jennifer Lopez

    BANNER ÁLBUNS VENDAS + SINGLES VENDAS TOURS FILMES Facebook - Instagram - Twitter - VEVO/YouTube - Spotify - iTunes - Soundcloud
  4. BOA NOITE, BCHARTS! SEJAM BEM VINDOS AO FIXO DO MAIOR GIRLGROUP DE TODOS OS TEMPOS! Assista ao novo clipe do Rouge: Bailando Acompanhe o Rouge na web: • VOTE NO ROUGE PARA O PRÊMIO MULTISHOW 2018 • A VOTAÇÃO DA 1ª FASE VAI ATÉ AS 18H DO DIA 22/06. ACESSE O SITE E VOTE! [Exclusivo aos membros] Obs.: você não precisa votar nas outras categorias para enviar os votos. Basta preencher as 4 categorias do Rouge, responder a última pergunta (R: Anitta) e confirmar. Vote quantas vezes quiser! • DISCOGRAFIA • • SAIBA MAIS SOBRE O RETORNO DO GRUPO (BASTIDORES) • ASSISTA AO PRIMEIRO SHOW DO RETORNO DO ROUGE: • AGENDA • 22/06 - CAMPINAS/SP Ingressos: [Exclusivo aos membros] 29/06 - SANTO ANDRÉ/SP Ingressos: [Exclusivo aos membros] 30/06 - SANTOS/SP Ingressos: [Exclusivo aos membros] 13/07 - GOIÂNIA/GO Ingressos: [Exclusivo aos membros] 21/07 - SÃO PAULO/SP Ingressos: [Exclusivo aos membros] 04/08 - SOROCABA/SP Ingressos: bit.ly/RougeEmSorocaba 11/08 - RECIFE/PE Ingressos: [Exclusivo aos membros] 01/09 - FORTALEZA/CE Ingressos: [Exclusivo aos membros] ✓ SHOWS REALIZADOS: • DESTAQUES • #RougeNoSpotify Siga e ouça a playlist This is: Rouge • CRÉDITOS • TEXTOS/MANUTENÇÃO: @w o o d y ARTES: @LM86 EQUIPE DO @Rouge: @Hugo Pontes @carolcaminha @andrerosas
  5. mandsehun

    ARTISTA SEVENTEEN

    PACK GIFS FIXO MARCAÇÃO
  6. ocean

    ARTISTA Ivete Sangalo

    + 20.300.000 cópias
  7. Matheus Felipe

    ARTISTA Anitta

  8. Fabrício.

    ARTISTA Paramore

    God knows the world doesn't need another band!
  9. Gabsmarreta

    ARTISTA Fifth Harmony

    Ally Brooke, Dinah Jane, Lauren Jauregui e Normani Kordei se inscreveram na segunda temporada do programa The X Factor US com o sonho de se tornarem estrelas e mostrar todo o seu potencial como cantoras. No entanto, a bancada de jurados – formada por Simon Cowell, Britney Spears, L.A. Reid e Demi Lovato – não achou que elas tinham, ainda, força para se tornar artistas solos. Então, no dia 27 de julho de 2012, junto à outra adolescente (Camila Cabello, ex-integrante) o grupo foi formado, com a supervisão do mentor Simon Cowell. Na época, o quinteto começou sua aventura enfrentando dificuldades, a primeira delas foi a busca para encontrar um nome ideal. A primeira ideia que surgiu foi LYLAS, sigla que significa “Love You Like A Sister” (“Te amo como uma irmã” em português). Porém, por problemas judiciais com outro grupo existente com o mesmo nome, as garotas abandonaram a primeira ideia. Em seguida, começaram a se chamar “1432”, acrônimo para “I Love You Too” (traduzido: “Eu te amo também”), porém, após a primeira apresentação com o novo nome, a bancada de jurados criticou as garotas pela escolha. Simon Cowell, então, sugeriu a criação de uma votação para o público decidir o futuro nome do grupo e, depois de tantos percalços, finalmente nascia o FIFTH HARMONY. Logo na sua primeira apresentação juntas (com a música Impossible), ainda na fase Judges’ Houses, as meninas ganharam fãs instantaneamente - o que não necessariamente facilitou o caminho do grupo. No início dos live shows, elas sofreram muitas críticas dos jurados em relação, justamente, à harmonia. Porém, a cada semana e performance, com muito trabalho, talento e carisma combinados, o grupo acabou conquistando cada vez mais o público, que as levou à uma vaga na final, e ao 3º lugar na competição. No início de 2013, Fifth Harmony assinava seu primeiro contrato com a gravadora Epic Records, com o então presidente L.A. Reid. Em junho do mesmo ano, o grupo começava de fato sua carreira e lançava sua primeira música de trabalho, Miss Movin’ On, que contava sobre seguir adiante após um término de relacionamento. O single alcançou a posição #76 na Billboard Hot 100. Após a boa aceitação da música, as meninas anunciaram o lançamento do seu EP: Better Together. Lançado em 2013, o EP que contava com o single e mais outras quatro músicas, conseguiu alcançar a sexta posição na Billboard Hot 200. Posteriormente, foram lançadas também outras versões: Juntos, Juntos Remixes e Juntos Acustico, todas em espanhol. O próprio Better Together também recebeu as versões Acoustic e Remixes. Já em 2014, elas lançavam seu novo single, BO$$, que faria parte do primeiro CD do quinteto. O trabalho trazia uma sonoridade totalmente diferente do que as garotas apresentavam até então. Com uma letra empoderada, uma coreografia ousada e looks bastante sexy, era visível que Fifth Harmony mergulhava de cabeça em uma era bem “girl power”, mostrando que as adolescentes estavam evoluindo, tanto no som quanto fisicamente. Dali pra frente, o grupo só crescia no gosto do grande público, angariando mais e mais fãs. Em agosto daquele ano, Fifth Harmony já fazia sua primeira grande apresentação em uma premiação, no pré-show do VMA (Video Music Awards, da MTV) e, de quebra, conquistava seu primeiro Moonman, o prêmio de “Artist To Watch”, mostrando que elas vinham para ficar. Ainda em 2014, veio o segundo single da era, Sledgehammer, que também trouxe bons números para o grupo. E, antes mesmo de lançar o primeiro álbum, as garotas já vinham divulgando algumas novas faixas do projeto nos inúmeros shows que vinham fazendo em turnês de outros artistas, como ato de abertura. E em fevereiro de 2015, após uma sucessão de adiamentos, Reflection, era finalmente lançado. O primeiro álbum o grupo foi bem recebido pelos fãs e pela crítica, vendendo mais de 500 mil cópias, somente nos EUA. Em março de 2015, era lançado o terceiro e último single, Worth It (com a participação do rapper Kid Ink). Após várias semanas de divulgação, a música caiu nas graças do público e se tornou uma das mais vendidas e executadas daquele ano, alçando a popularidade do grupo a nível mundial. Além disso, o clipe se tornou o primeiro de uma girlband a ultrapassar 1 bilhão de visualizações no Youtube. Ainda em 2015, consolidando seu sucesso, as meninas saíam em sua primeira grande turnê própria, por países da América do Norte e Europa. No ano seguinte, as expectativas só aumentavam em relação ao próximo trabalho do grupo. Então, em fevereiro de 2016, Fifth Harmony lançava o primeiro single da nova era - simultaneamente com o videoclipe -, o smash hit Work from Home (feat. Ty Dolla $ign). A recepção foi do público foi excelente e instantânea, fazendo o grupo bater recorde atrás de recorde nas rádios e plataformas digitais com a nova música e atestando, definitivamente, Fifth Harmony como a maior girlgroup da década. Work from Home alcançou o 4º lugar na Billboard Hot 100, vendeu mais de 9 milhões de cópias no mundo inteiro e já contabiliza mais de 1,5 bilhão de visualizações no Youtube. Se alguém ainda duvidava do poder do grupo, estas conquistas foram provas de que o sucesso do Fifth Harmony passa longe de ser algo momentâneo. Em maio de 2016, era lançado o segundo álbum, 7/27 – o título servia de homenagem à data em que o grupo foi formado. Sucesso de críticas, o álbum vinha recheado de canções assinadas por alguns dos melhores produtores do ramo e contava ainda com as participações de Missy Elliott e Fetty Wap, este que é presença no segundo single do projeto, All In My Head (Flex), música que também trouxe ótimos resultados para a era, que seria finalizada com o terceiro e último single, That’s My Girl, no qual seu videoclipe bateu o recorde de mais visualizações em 24h de um girlgroup na Vevo. Ainda no primeiro semestre de 2016, o grupo iniciou sua nova turnê, visando a divulgação do álbum. Desta vez, em arenas ainda maiores, as meninas cantaram seus hits ao vivo para milhares de fãs em países da América do Sul, América do Norte, Europa e Ásia, até o início de 2017, arrecadando milhões de dólares. Em sua nova fase, hoje como quarteto (e donas da marca), Fifth Harmony está se preparando para lançar mais um trabalho, que de acordo com as próprias integrantes, será o seu melhor álbum até o momento. Agora só resta aos fãs aguardar para conferir que, de fato, Ally, Dinah, Lauren e Normani estão em perfeita harmonia e mais fortes do que nunca!
  10. gustavos

    ARTISTA Claudia Leitte

    Claudia Cristina Leite Inácio Pedreira é uma cantora brasileira mais conhecida pelo nome artístico Claudia Leitte. Nasceu em São Gonçalo, Rio de Janeiro em 10 de julho de 1980 e aos cinco dias de vida se mudou para Salvador. Desde jovem, Claudia demonstrava interesse pela música, passando a integrar diversas bandas até a formação do grupo Babado Novo em 2001. Babado Novo foi uma das maiores bandas de axé da década de 2000, sendo responsável pelos hits "Amor Perfeito", "Cai Fora", "Safado, Cachorro, Sem-vergonha", "Me Chama de Amor", "Caranguejo", "Bola de Sabão", "Insolação do Coração", "Doce Paixão" e "Pensando em Você". Em 2008, Claudia partiu para carreira solo gravando um álbum ao vivo na praia de Copacabana para um público de 1 milhão de pessoas. Em 2010, lançou seu primeiro álbum em estúdio "As Máscaras", levando uma indicação ao Grammy Latino de Melhor Álbum Pop Contemporâneo. Em 2011, se apresentou no Miss Universo com audiência de 2 bilhões de pessoas. No mesmo ano gravou o álbum intimista "Negalora", sendo lançado no ano seguinte. Em 2012, passou a integrar a bancada de técnicos do The Voice Brasil, tendo o time campeão na segunda edição. Em 2014, Claudia lançou o álbum "Axemusic" e o extended play "Sette" e também se apresentou na abertura da Copa do Mundo FIFA 2014, recebendo aclamação de crítica e público internacional. Ao longo de sua carreira, Claudia ganhou mais de 100 prêmios importantes como "Melhores do Ano", "Troféu Imprensa", "Troféu Band Folia", "Troféu Dodô e Osmar", "Prêmio Multishow de Música Brasileira" e "Troféu Castro Alves", além de indicações em premiações internacionais como o "Grammy Latino" e "World Music Award". Em outubro de 2013, a última grande estrela do axé music assinou contrato com a gravadora Roc Nation, onde planeja lançar seu primeiro álbum internacional nesse ano. Como prévia do projeto, a cantora liberou as canções "Signs", "Shiver Down My Spine" e "Corazón". OUTRAS VERSÕES/COLETÂNEAS: EPs (DIGITAL) Vendas globais estimadas em mais de 6 milhões de cópias. Babado Novo Carreira solo Coletâneas DVDs e Blu-rays Singles digitais com certificados no Brasil Singles digitais fora do Brasil Singles físicos no Brasil
  11. ***Felipe

    ARTISTA NCT

  12. renan90

    ARTISTA Zara Larsson

    Ingressos
  13. SPOTIFY: LOONA ☆ LOONA 1/3 ☆ ODD EYE CIRCLE APPLE MUSIC: LOONA ☆ LOONA 1/3 ☆ ODD EYE CIRCLE TWITTER ☆ FACEBOOK ☆ INSTAGRAM ☆ YOUTUBE ASSISTA A TODOS OS CLIPES AQUI
  14. Infância (1966-1982) Janet Jackson sempre teve a arte em suas raízes, não apenas pelos seus pais, por seus irmãos mas por sua paixão. Desde criança ela queria se tornar atriz, tanto que participou de alguns seriados e programas, como por exemplo Different Strokes (conhecido como 'Arnold' no Brasil). Janet Jackson (1982) // Dream Street (1984) Em 1982, Janet iniciou sua carreira musical, com seu pai como empresário. A cantora lançou 2 albúns entre 1982 e 1984, o primeiro intitulado Janet Jackson (1982) e o último, Dream Street (1984). Os albúns não tinham a essencia que a Janet desejava e mesmo com toda ajuda dos irmãos (seja na divulgação e pela participação na composição/produção dos albuns) não se tornaram um sucesso, vendendo apenas 1 milhão de cópias cada. Single destaque - Come Give Your Love to Me Control (1986) Em 1985, Janet tomou a decisão mais dificil da sua vida: demitir seu pai, além disso ela decidiu sair de casa e se casar pela primeira vez. Ela conheceu Jimmy Jam e Terry Lewis, que faziam parte da banda do cantor Prince e os convidaram pra produzirem seu próximo disco, que em 6 semanas estaria pronto. O nome 'Control' faz referência ao fato dela ter assumido o controle da própria vida e da própria carreira. O disco foi um enorme sucesso tanto comercialmente, como nas criticas, e foi considerado o pai do New Jack Swing, por ter elementos do R&B, pop, hip hop e disco. PEAKS: #1 Control (Album) #1 When I Think of You #2 Let's Wait Awhile #3 Nasty #4 What Have You Done For me Lately #5 Control #14 The Pleaure Principle Single destaque - Nasty Não-single destaque - Funny How Times Flies Clipe destaque - The Pleasure Principle Rhythm Nation 1814 (1989) Lançado em 1989, Rhythm Nation 1814 veio para consagrar Janet como um dos nomes mais fortes no mundo da música. O objetivo da cantora com o álbum é a quebra de barreiras raciais com a ajuda da música, apesar do disco falar de outros temas como a desigualdade, violência e amor. Rhythm Nation foi o precursou das batidas mecânicas no R&B, e teve um impacto gigante nas críticas, vendas e artistico, fazendo com que artistas até hoje se inspirem em sua sonoridade e visual, inclusive seu irmão Michael, que já afirmou ter se inspirado no disco para criar seus trabalhos Dangerous e HIStory. PEAKS: #1 Rhythm Nation 1814 #1 Miss You Much #1 Escapade #1 Black Cat #1 Love Will Never Do (Without You) #2 Rhythm Nation #2 Come Back to Me #4 Alright (Como a Billboard não conta relançamentos, Rhythm Nation 1814 segue como o único álbum a colocar 7 singles no top 5) Single destaque - Love Will Never Do (Without You) Não-single destaque - State of the World Clipe destaque - Rhythm Nation Janet. (1993) Depois de duas eras bem sucedidas, Janet tinha a tarefa de continuar no topo e mantendo não só a quantidade, mas como a qualidade em seus discos. Então em 1993 era lançado seu quinto album, que se tornaria o mais vendido de sua carreira. O nome seria como uma separação de Janet com o sobrenome de sua família, a partir dessa era TODOS seus materiais foram assinados como 'Janet'. O disco traz uma Janet mais forte e madura, falando de temas como sensualidade, sexualidade, empoderamento da mulher, racismo e amor. PEAKS: #1 janet. #1 That's the Way Love Goes #1 Again #2 Anytime, Anyplace #4 If #8 You Want This #10 Because of Love Single destaque - If Não-single destaque - New Agenda Clipe destaque - Anytime, Anyplace The Velvet Rope (1997) Após assinar um contrato recorde por um artista musical (de 80 milhões de doláres), Janet caiu em uma tristeza profunda devido ao relacionamento conturbado com seu ex-marido e a toda pressão causada pelo mundo da fama. Em 1997, Janet lançava seu disco mais pessoal, mais introspectivo, mais aclamado pela critica especializada e por seus fãs: The Velvet Rope. Segundo a cantora 'A corda de veludo' é o que separa o artista do público, e no disco ela convida o público a ultrapassar essa corda, ou seja, se aproximar do artista e conhecer seu intimo. O disco traz temas como homossexualidade, morte, relacionamentos virtuais, violência doméstica, solidão, sexo e o desejo de sentir especial. PEAKS: #1 The Velvet Rope #1 Together Again #3 I Get Lonely #28 Go Deep Single destaque - Got Til It's Gone Não-single destaque - Velvet Rope Clipe destaque - I Get Lonely All For You (2001) Depois de atuar do filme ''O Professor Aloprado 2'' e de participar da trilha sonora com o single #1 'Doesn't Really Matters', Janet lançava o primeiro single de seu sétimo album, 'All For You', que se tornaria o maior sucesso feminino de 2001. Se The Velvet Rope trouxe uma Janet mais séria, All For You quebrou essa seriedade com um disco divertido, alegre e cada vez mais sexual. PEAKS: #1 All For You #1 Doesn't Really Matters #1 All For You #3 Someone to Call My Lover #28 Son of a Gun Single destaque - All For You Não-single destaque - Trust a Try Clipe destaque - Son of a Gun Damita Jo (2004) No Halftime Show do Superbowl de 2004, Janet teve seu seio acidentalmente exposto pelo cantor Justin Timberlake. Depois do acontecido,Justin lançou seu CD de maior sucesso, mas Janet, devido a todo machismo e racismo, teve sua carreira acabada. Seu nome chegou a ser proibido de ser citado em alguns canais de TV e as rádios se recusavam a tocar seus singles. O disco recebeu seu nome do meio, 'Damita Jo' e veio com a proposta de mostrar uma Janet que ninguém nunca viu. Apesar de ser um disco muito bem produzido e elaborado, foi criticado pela midia e teve vendas baixas. PEAKS: #2 Damita Jo #45 Just a Little While #57 I Want You Single e clipe destaque - All Nite (Don't Stop) Não-single destaque - Island Life 20 Y.O. (2006) Com o intuito de fazer a Janet voltar pra o mercado, a gravadora impôs que a cantora lançasse um CD mais comercial, mais ''genérico''. 20 Y.O. (20 Years Old) é uma homenagem aos 20 anos do disco Control, e falhou em sua missão de fazer Janet voltar para as tabelas comerciais. Apesar do lead single, 'Call on Me' com participação do rapper Nelly, se tornar até então seu maior sucesso desde 2001, o disco ainda foi pior em suas criticas e vendas do que seu antecessor, Damita Jo. PEAKS: #3 20 Y.O. #25 Call On Me #90 So Excited Single destaque - So Excited Não-single destaque - Enjoy Clipe destaque - Call On Me Discipline (2008) Seguindo com o intuito de fazer Janet voltar para as tabelas comerciais, Discipline conseguiu ser maior que as duas últimas eras de Janet. Feedback, o lead single, alcançou #2 no iTunes americano e foi top 20 na tabela semana Hot 100, algo que a cantora não alcançava desde 2001. O disco ainda teve criticas melhores pela midia e debutou em #1 na Billboard 200, com isso a gravadora liberou a cantora para realizar mais um turnê mundial, algo que a mesma não fazia desde a All For You Tour. PEAKS: #1 Discipline #19 Feedback Single destaque - Feedback Não-single destaque - Discipline Clipe destaque - Rock With U Unbreakable (2015) Depois de 7 anos sem lançar um disco de inéditas, Janet voltava com 'Unbreakable'. Nesse período de 7 anos, a vida da cantora passou por mudanças, perdas e ganhos, mas duas coisas merecem destaque: a morte do seu ente mais querido, Michael, e o seu casamento com o bilionário, Wissan. No disco, Janet se compara com uma águia: forte, poderosa e que se reinventa em situações dificeis. O disco debutou em #1 na Billboard 200, fazendo que Janet se juntasse a Barbra Streisand como únicas mulheres a terem #1 em 4 décadas diferentes. PEAKS: #1 Unbreakable #63 No Sleeep Single destaque - BURNITUP! Não-single destaque - The Great Forever Clipe destaque - No Sleeep

Publicidade

FACEBOOK

×